A Polícia Civil confirmou que o corpo encontrado na tarde desta sexta-feira (23) em uma valeta de escoamento de água no bairro Setor Industrial Norte pertence a Hélida Cristina da Silva Fardin (35). Ela estava desaparecida, desde segunda-feira, quando saiu de casa para receber uma dívida.

O corpo foi encontrado depois que os policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) detiveram um homem de 41 anos, que acabou confessando o assassinato. Porém, até o momento, a identidade do suspeito não foi informada.

As informações iniciais divulgadas pela polícia apontam que o homem usou uma corda para enforcar Hélida. Depois disso, ele esperou escurecer, enrolou o corpo dela em sacos plásticos, usando fitas adesivas para prender, e o colocou no porta malas do carro, para levá-lo até o local onde o escondeu. A Polícia também não divulgou a situação que levou até a prisão.

Investigadores da Polícia Civil e peritos da Politec estiveram no local, mas a causa da morte ainda não foi confirmada. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, para os exames de necropsia.

Foto: GC Notícias

-----------------------------
Você sabia que o Portal Weese também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.