O Projeto Saúde na Escola, realizado pela Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, já percorreu as Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI) Alto da Glória, Elizete Dallabrida, Tatiana Belinki, São Cristóvão, Toda Gente e Tarsila do Amaral, com o objetivo de coletar dados e informações essenciais para uma avaliação física das crianças que estão nas unidades e identificar as necessidades e cuidados que cada aluno requer da saúde municipal.

Segundo a prefeita Rosana Martinelli, o trabalho preventivo com crianças é essencial para que não haja problemas maiores.

É uma ação muito importante com as secretarias envolvidas e que objetiva o bem-estar e saúde das nossas crianças. Consequentemente, da nossa população. Nossa intenção é colocar as estruturas das secretarias para fazer esse trabalho orientativo, preventivo e de cuidado com as nossas crianças.

Projeto Saúde na Escola já passou por seis creches (foto: Assessoria da Prefeitura)

De acordo com a coordenadora de Programa Estratégico, Ana Paula Fernandes, já foram detectados alguns casos como de crianças com sobrepeso e abaixo do peso. No entanto, será feito um trabalho cauteloso com esses alunos, para que as melhores de medidas sejam ofertadas da forma adequada.

Pretendemos [gestão] tomar nota, gerar dados, indicadores e avaliar o desempenho das crianças dentro das escolas. A partir daí, elaborar estratégias, dentro do perfil de cada aluno, que venham promover a saúde das crianças.

Inicialmente, o projeto piloto está programado para realizar os atendimentos em 22 escolas de educação infantil e oito escolas de educação básica (EMEB), para avaliação dos resultados. Posteriormente, a equipe irá estender as ações para o restante da rede municipal e, conforme os resultados, também para a rede estadual.

As escolas irão receber ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, incentivo das práticas corporais, das atividades físicas e do lazer na escola, avaliações bucais e aplicação tópica de flúor, verificações do cartão de vacina, promoção da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil e a identificação de danos na saúde auditiva e ocular dos alunos, que caso necessitem receberam gratuitamente o óculos de grau.

O projeto conta com o apoio das Secretarias municipais de Saúde, Educação, Esporte e Cultura, Trânsito e Assistência Social. Também são parceiros o Conselhos Tutelar, o Conselho Municipal de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde da Criança e Adolescentes.

--------------------
Você sabia que o Portal Weese também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.