A Secretaria de Saúde de Sinop iniciou uma fase de testes com um drone para vistoriar as casas fechadas durante os mutirões contra a dengue. De acordo com o órgão, a utilização do veículo aéreo não tripulado é uma das estratégias para tentar diminuir os focos de aedes aegypti no município, uma vez que, segundo um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde, Sinop lidera o número de casos de dengue em Mato Grosso.

As atividades com o drone começaram na tarde de quinta-feira (23) De acordo com o secretário de Saúde de Sinop, Gerson Danzer, essa é uma das alternativas encontradas para vistoriar os imóveis onde os agentes não conseguem entrar:

Estamos fazendo um teste com essa empresa que se predispôs com um drone a visualizar os imóveis fechados, a buscar por larvas do mosquito transmissor para que, posteriormente, a gente possa realizar a abordagem, multar e fazer o que for necessário para eliminar o foco.

Foto: Ademir Specht

Ainda segundo o secretário, os agentes deixarão uma notificação nos imóveis fechados com quintais sujos para que o morador entre em contato com o Centro de Endemias em 24 horas, demostrando interesse em receber as equipes. Caso isso não ocorra, será acionada a lei municipal que permite a entrada dos agentes juntamente com a Polícia Militar:

Não podemos deixar a população à mercê do mosquito.

As ações são realizadas em parceria com a TopoVant Geotecnologia. Segundo a engenheira florestal Cliviane Figadoli, que representou a empresa, o objetivo, neste momento, é identificar os focos em locais de difícil acesso.

Hoje é apenas uma demonstração da capacidade e trabalho que pode ser realizado com um drone e, a partir desta apresentação, iremos sentar com os responsáveis e montar um plano de ação para que possamos monitorar por tempo indeterminado esses possíveis criadouros do Aedes. A ideia é diminuir de 30% a 50% esses focos que estão trazendo muita preocupação para a nossa cidade.

Engenheira florestal Cliviane Figadoli, representante da empresa TopoVant Geotecnologia (foto: Ademir Specht)

Na primeira semana de mutirão, aproximadamente 40% das residências foram encontradas fechadas ou houve resistência do morador em abrir as portas.

Denúncias

A população pode denunciar imóveis com suspeita de focos de dengue e locais com entulhos acumulados. O número de telefone é (66) 3511-1829. Também é possível utilizar o aplicativo Se Liga Sinop, que pode ser baixado em qualquer smartphone ou através do site www.seligasinop.com.br.

-----------------------------
Você sabia que o Portal Weese também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.