A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Sinop Energia devem realizar no dia 28 de setembro uma reunião participativa com os moradores do entorno do Parque Florestal. O evento, que ocorre das 8h até às 10h, será realizado na própria unidade de conservação.

Segundo a prefeitura de Sinop, o objetivo da reunião é recolher sugestões dos moradores e e estabelecer diálogos sobre as expectativas para o parque, bem como entender o que pode ser melhorado. O trabalho também auxiliará na elaboração plano de manejo do local.

A reunião tem como foco os moradores dos bairros Parque das Araras, Jardim Primaveras, Jardim das Palmeiras, Jardim das Violetas, Jardim das Oliveiras, Residencial Jequitibás e Setor Residencial Norte e que estão sendo chamados para a discussão.

Uma das principais áreas verdes e cartão postal de Sinop, o Parque Florestal será contemplado com obras de revitalização em sua área interna e passará a contar com espaços diversos que possibilitarão a maior integração entre homem e natureza e frentes de educação ambiental. Os serviços serão executados por meio de recursos de compensação ambiental e oriundos das obras de construção da usina hidrelétrica pela Sinop Energia.

Segundo Ivete Mallmann, secretária municipal de Meio Ambiente:

Já houve a assinatura do termo de compromisso de compensação ambiental, com anuência do Estado de Mato Grosso, para a revitalização da área interna do Parque Florestal. O próximo passo é a execução do plano de manejo do local, sua fauna e flora, e a consequente abertura do processo licitatório para contratação de empresa.

A realização dos serviços será conduzida pela Sinop Energia, mediante contratação de empresa, e a partir dos projetos apresentados pela Prefeitura de Sinop.

As obras correspondem à uma segunda etapa de serviços realizados na reserva R-11, onde se situa a área aberta à visitação pública do Parque Florestal. Na primeira delas foram construídos o novo portal de acesso e o início do estacionamento, além, também, do cercamento do entorno. Os recursos investidos, na ordem de R$ 900 mil, também foram oriundos da compensação ambiental pela Sinop Energia.

--------------------
Você sabia que o Portal Weese também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.