A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura de Sinop, em parceria com a Prefeitura de Santa Carmem, realizou no último domingo (30) o ato de inauguração do viveiro de mudas do assentamento Casulo, em Santa Carmem. A unidade integra o projeto Interação de Saberes na Agricultura Familiar, desenvolvido em Sinop, e que conta com recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente.

Com 12 metros de largura por 18 metros de comprimento, a estrutura conta com um sistema de irrigação e capacidade para abrigar mudas destinadas à recuperação de áreas degradadas. Ao falar sobre o projeto, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, ressaltou os benefícios da agenda compartilhada:

Importantíssima essa união dos municípios. Esse projeto de viveiros é importante porque envolve toda a comunidade. A prefeitura faz os viveiros, mas o plantio, a manutenção, envolve todos os assentamentos. O poder público tem que estar perto da comunidade.

A prefeita também lembrou que, ao inserir cidades vizinhas ao projeto (Santa Carmem e também Cláudia) o trabalho desenvolvido pela equipe de Meio Ambiente de Sinop conseguiu a liberação de R$ 755 mil via Fundo Nacional do Meio Ambiente para implementar as ações de educação ambiental nas quatro comunidades rurais atendidas.

O prefeito de Santa Carmem, Rodrigo Frantz, ressaltou a parceria entre as cidades e considerou que esta conquista se trata de um primeiro passo para que, futuramente, os municípios consigam montar suas próprias estruturas de recuperação de áreas e auxiliar na redução dos passivos ambientais.

Agradeço à prefeita Rosana e toda equipe de Sinop por ter nos contemplado, ter trazido esse projeto aqui na comunidade Casulo. Além de ser motivacional para quem está aqui, vai trazer uma grande importância para a região porque essas mudas vão auxiliar as propriedades que têm passivo Ambiental. Vai fazer a diferença.

No espaço onde o viveiro estará baseado em Santa Carmem residem cerca de 40 famílias e que atuam com a produção familiar de alimentos (hortifrutigranjeiros, leite, por exemplo). Esses moradores vão conduzir todo o processo de criação de mudas que, também no futuro, poderão ser exportadas para a região vizinha e contribuir com a recuperação de áreas degradadas.

Presidente da associação dos moradores da Comunidade Casulo, José Del Bel pontuou que o viveiro vai servir como um instrumento permanente de educação ambiental.

Esse viveiro representa o início de uma atividade que vai ajudar a todos. As crianças que vão aprender sobre meio ambiente e ensinar eles a plantar e a criar amor pela terra. Isso aqui é para longo prazo. Agradecemos a todas as pessoas que cooperaram com a gente.

A cerimônia contou ainda com a presença de representantes da Câmara de Vereadores de Santa Carmem, equipe do governo municipal, moradores da comunidade Casulo, OAB Sinop e do secretário de Obras de Sinop, Daniel Brolese.

--------------------
Você sabia que o Portal Weese também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.